Saiba mais sobre o projeto

O projeto Cidades Florestais, iniciado em 2018, tem como propósito promover a economia florestal de municípios do interior do Amazonas. Esta promoção se dá por meio do fomento a cadeias produtivas florestais, madeireiras e de óleos vegetais, de comunidades e famílias dos municípios: Apuí, Carauari, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Silves, Lábrea e Boa Vista do Ramos (confira o mapa ao final da página).

As ações do projeto são desenvolvidas pelo IDESAM, com apoio do Fundo Amazônia /BNDES, sendo que, atualmente, 12 organizações sociais participam destas ações compreendidas nos seguintes temas:

Implantação de plataforma digital e aplicativo de apoio à gestão da produção comunitária;
Elaboração de Planos de Manejo Florestal e assistência técnica até a comercialização da produção;
Implementação de novos equipamentos e maquinários para a atividade florestal;
Instalação da Rede de Óleos da Amazônia prevendo a construção de duas novas mini usinas de extração de óleos vegetais e apoio estrutural e gerencial a outras três usinas já existentes.

O Cidades Florestais ainda prevê a estruturação de uma Central Florestal, espécie de ‘núcleo tecnológico’, que juntamente ao aplicativo Cidades Florestais possibilitarão a execução de extensão florestal em larga escala, com baixo custo e de forma mais atrativa ao público jovem.

Mapa Cidades Florestais

Números do projeto

PRODUTORES

164

PESQUISADORES

1

INDÚSTRIAS

6

ÁRVORES MAPEADAS

10.419

PLANOS DE MANEJO FLORESTAL LICENCIADO/EM LICENCIAMENTO

11

ÁREA DE MANEJO FLORESTAL PRODUTIVA LICENCIADA/EM LICENCIAMENTO

7.080 ha

VOLUME DE MADEIRA LICENCIADA

1.554,85 m3

VOLUME DE MADEIRA COMERCIALIZADA (SERRADA)

83,50 m3

ÁRVORES DE MAPEAMENTO NÃO MADEIREIROS

325 árvores

COLETAS DE NãO MADEIREIROS

9.925 kg

VOLUME TOTAL DE ÓLEOS VEGETAIS COMERCIALIZADOS

27.933 Kg

VALOR TOTAL EM VENDAS - ÓLEOS VEGETAIS

R$ 1.459.258,00

Dados de campo do projeto